segunda-feira, 29 de julho de 2013

Os sentidos do cavalo

Os sentidos do cavalo
O cavalo, assim comoo homem, possui cinco sentidos básicos: a visão, a audição, o olfato, o paladar e o tato.
A visão
Por ter cada olho em um lado da cabeça, o cavalo possui visão lateral. Isso confere a ele uma visão quase completa de seu redor.
A visão seria total se não fossem por dois pontos cegos: um logo atrás de seu corpo e outro bem em frente à cabeça. No eixo central do focinho, o animal enxerga apenas os objetos que estiverem a mais de 2 metros.
Nos seres humanos, a peça chave para o ajuste do foco é o cristalino, que se alonga ou encurta conforme a distância do objeto que está sendo visto. Entretanto, nos eqüinos, o cristalino não altera sua forma, e quem determina o foco é o globo ocular. O globo ocular permite focalizar objetos próximos e distantes ao mesmo tempo. Assim, enquanto animal come, a parte inferior do globo focaliza o pasto (próximo ao olho) e a parte superior do globo focaliza o que estiver longe, como o campo a sua volta.
Os cavalos enxergam bem no escuro e podem identificar outros cavalos ou pessoas por contornos que, para o olho humano, só seriam vistos se houvesse luz.
A audição
Em conjunto com a visão, a audição apurada dos cavalos os protege de eventuais perigos. Devido à capacidade de movimentar cada orelha independentemente e girar o pavilhão auditivo em até 180 graus, esses animais podem localizar com facilidade a fonte dos sons. A sensibilidade auditiva é semelhante à humana, porém podem ouvir sons mais agudos e até mesmo os ultra-sons (freqüências acima de 20 mil hertz).
O olfato
O olfato dos cavalos é mais aguçado que o nosso. Pelo cheiro,o animal distingue objetos, reconhece os seres humanos, os amigos e inimigos e é assim que as éguas identificam suas crias. Através do olfato, os cavalos detectam os feromônios – substâncias químicas com função de atrair sexualmente seres da mesma espécie – e podem descobrir se uma égua está para entrar ou não no cio. Além disso, podem identificar, por exemplo, a presença de um potro novo a uma distância de até 600 metros.
O paladar
Primeiramente a comida é selecionada pelo cheiro (olfato) e depois saboreada pelo paladar. Ao contrário dos sabores amargos, os doces são muito apreciados pelos cavalos, por isso adoram frutas, torrões de açúcar, biscoitos, etc…
O tato
Por todo o corpo do cavalo estão espalhados nervos sensoriais, que identificam não somente o toque, mas também o calor, o frio, a dor, a pressão, etc… O focinho é a parte mais sensível do corpo e pode ser comparado à mão humana. Os pêlos do focinho também possuem sensibilidade e, quando tocam algo, essa informação é transmitida diretamente ao cérebro do animal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário